eXTReMe Tracker


Notícias .:.

31/08/2007
J-Aliança quer mídia mais responsável e com participação da sociedade

Leonardo Leal Martins


A Aliança Internacional (J-Aliança) dos jornalistas promoveu um debate sobre responsabilidade da mídia com professores universitários, jornalistas brasileiros e estrangeiros, representantes da sociedade civil e estudantes, nesta sexta-feira, na Unimonte. A questão abrangeu diversos assuntos, como a concentração da imprensa em poucos grupos, a fragmentação da comunicação pela Internet e a necessidade da sociedade civil apresentar sua opinião e ser representada nos veículos de comunicação. Debateu-se também a imprensa alternativa, as rádios comunitárias e a Internet como meio aglutinador de todos os canais.

A professora Cicília Peruzzo, da Metodista, disse que para se chegar a práticas de comunicação cidadã, é preciso começar melhorando a qualidade da mídia. Ela explicou que a mídia presta serviços à sociedade, dentro de uma lógica que gera contradições. "Há falhas no sistema jurídico, como incriminar rádios comunitárias, apesar do serviço social que elas prestam".

Citando Claude-Jean Bertrand, especialista em ética, Cicília disse que é "preciso criar sistemas de responsabilização da mídia". Ela usou como exemplos os conselhos de ética e de imprensa, bem como algumas ONGs, que são experiências de mecanismos que funcionam.

Cicilia lembrou, também, da campanha Ética na TV, que classificou programas de baixo nível, como o Tardes Quentes, apresentado por João Kleber, e moveu ações contra o programa Domingo Legal, por veicular falsas entrevistas com supostos integrantes de uma facção criminosa.

A questão das mídias alternativas também foi abordada por Cicília Peruzzo, que falou da rádio comunitária Heliópolis, do site Overmundo e de grupos como a Central Única das Favelas e o Nós do Morro. "Centenas de experiências criam a possibilidade de uma outra comunicação, de um outro nível de comunicação", afirmou.

A jornalista Sílvia Costa, representante do jornal A Tribuna, citou os meios que o leitor pode usar, como: Jornal Escola e Comunidade, Agenda Cidadã, Plantão AT, Carta ao Leitor e Tribuna livre. Sílvia disse que os canais para a sociedade se manifestar no jornal são abertos, mas que poucos se utilizam deles. Ela acredita que é preciso dar poder ao leitor para que ele possa exercer seu papel de cidadão.

Para a jornalista Ísis de Palma, responsável pela Aliança Internacional de Jornalistas (J-Aliança) no Brasil, "a participação da sociedade é uma necessidade imensa". Ísis citou números da concentração da mídia no Brasil: 686 veículos e 286 emissoras estão concentradas em seis redes de TV do Brasil. Somente 35 emissoras escapam das grandes redes por pertencerem à rede pública de TV.

Ísis também citou o controle da informação por quatro agências internacionais. De acordo com a jornalista, a responsabilidade é proporcional ao poder e ao conhecimento. E citou o escritor Eduardo Galeano, ao afirmar que quando se diz que a responsabilidade é de todos, ela não é de ninguém. "Existe a necessidade de se assumir responsabilidades compartilhadas para sair da imobilização".

Antonio Martins, representante do jornal Le Monde Diplomatique – Brasil, explicou que, atualmente, há uma crise tanto na democracia como nos meios de comunicação.

O professor de Ética Helder Marques, da UNISANTA, lembrou que está havendo um enxugamento das redações, e, por outro lado, o crescimento do número de jornalistas nas assessorias dos órgãos governamentais. De acordo com Marques, há o risco da máquina pública ser usada em benefício dos candidatos que ocupam cargos nos governos.

No início do debate foi feita uma uma homenagem à jornalista e professora Ivanéa Pastorelli, falecida recentemente. O mediador, jornalista Alessandro Atanes, fez uma breve apresentação da carreira da professora e citou um trecho do poema Memória, de Carlos Drummond de Andrade.

Últimas notícias :.:

2/9/2007 - Quadrinhos juntam poesia, filosofia e comunicação
2/9/2007 - Impacto da Internet influencia futuro do rádio
2/9/2007 - Cursos de Santos levam quatro prêmios na Expocom
2/9/2007 - Núcleo discute Cony, livros de bolso e obras didáticas
2/9/2007 - Natal será sede do XXXI Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação
2/9/2007 - Globalização ainda é tema pouco pesquisado no Brasil
2/9/2007 - Jornalismo deve resgatar a crônica, propõem pesquisadores
2/9/2007 - Dúvidas cercam implantação da TV digital
2/9/2007 - Pollyana Ferrari lança livro sobre hipertexto e hipermídia
2/9/2007 - Pesquisas mostram as transformações históricas do rádio no Brasil
2/9/2007 - No Jornal Entrevista, mudança constante é a regra
2/9/2007 - Arquivo reúne registros da censura do Dops ao teatro
2/9/2007 - Jornalistas discutem definição para agência universitária de notícias
1/9/2007 - Palestra fala sobre TV digital e de alta definição
1/9/2007 - The Sims vira tema de discussão acadêmica
1/9/2007 - Alunos vencedores do Prêmio Expocom serão conhecidos neste domingo (02) na Unisanta
1/9/2007 - Temas polêmicos movimentam o último dia do Intercom
1/9/2007 - Vidas na Rede é tema de programação na Unisantos, neste sábado (1/09)
1/9/2007 - As transformações do rádio em meio às inovações tecnológicas
1/9/2007 - Região Sudeste conta com o maior número de revistas sobre comunicação
1/9/2007 - Cultura regional é tema preferido na categoria rádio na Expocom
1/9/2007 - Emoção na publicidade depende do ``olhar``
1/9/2007 - Grupo Sem Fantim mostra raízes dos ritmos brasileiros
1/9/2007 - Projetos de jornalismo impresso são destaque no Expocom
1/9/2007 - Pressão consumista neurotiza a ``geração Rebelde``
31/8/2007 - Novas mídias multiplicam os fazedores de informação”, diz Gaudêncio Torquato
31/8/2007 - Jornalista do Le Monde Diplomatique aponta crise na democracia e na comunicação
31/8/2007 - J-Aliança quer mídia mais responsável e com participação da sociedade
31/8/2007 - Comunicadores e interatividade digital são temas de palestra no Intercom 2007
31/8/2007 - Estudo analisa o perfil do consumidor


Para acessar o índice geral de notícias, clique aqui.





 




 

© 2007. As matérias e imagens disponíveis neste hotsite foram produzidas por alunos do terceiro ano do curso de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo da UNISANTA, exceto quando creditado. Informações oficiais sobre o INTERCOM 2007 estão disponíveis no endereço www.intercom.org.br ou na coluna "Sala de Imprensa" (presente na página inicial deste site). Consulte também o link "Expediente" para saber como entrar em contato com a Assessoria de Imprensa Local do INTERCOM 2007.