Você está aqui: PRIMEIRA PÁGINA  

  CADERNOS

 Campus
 Ciência/Tecnologia
 Cultura
 Esportes
 Geralis
 Mídia
 País
 Porto
 Regional
 Saúde
 Primeira página



  INTERNATIONAL 

 U-Wire


  OUTROS SERVIÇOS

 UNISANTA Online WAP
 UNISANTA Online RSS

 Podcast do Online



  CONTATO

 Sugira uma pauta
 
Colabore conosco
 
Escreva para nós


  O ONLINE

 Arquivo
 
História
 
Eleições 2004
 Eleições 2006
 
Parceria InfoSpace
 
Parceria U-Wire
 Expediente



  ADICIONE-NOS

 Na lista de Favoritos
 Como sua página inicial



 

 

 

 

 

 
Edição nº 306 - Ano XIV - Edição fechada em 19/04/08 às 13h


Futuro da Escola Docas de Santos é incerto

 Bruno Fernandez

Com cem anos de história, uma das mais tradicionais unidades de ensino de Santos, a Escola Docas, foi desativada, temporariamente, por determinação da Prefeitura de Santos. Após a desapropriação do antigo prédio do colégio, em 2005, na Rua Campos Melo, no Macuco, a Prefeitura alegou que o local não teria condições de receber atividades de ensino e transferiu as aulas para um local em cima da Escola José Bonifácio, na Avenida Conselheiro Nébias.

Leia mais Leia mais



Estudantes podem trabalhar como pesquisadores

Trabalhar como pesquisador possibilita maior integração entre estudantes e sociedade e o Nese é um dos núcleos que mostra aos futuros profissionais como trabalhar nesta área. Outra oportunidade que o aluno tem é ganhar uma grana extra e entender que o trabalho de pesquisa está muito além das perguntas que são feitas às pessoas.
Leia mais Leia mais



Sozinho, professor de Guarujá limpa manguezal

O professor de Educação Física Júlio César Dias ocupa suas horas vagas, há dois anos, recolhendo o lixo que a população despeja no mangue do Rio do Meio, localizado na Vila Lígia, um bairro próximo à travessia Santos-Guarujá. Sem receber apoio algum, ele diz que faz esse trabalho porque não consegue ver o lugar se deteriorando sem fazer sua parte para melhorá-lo.
Leia mais Leia mais



Cirque du Soleil terá direção de Deborah Colker

 Dilceu Junior

Fã de Almodóvar, mãe de dois filhos e inquieta por natureza, a coreógrafa Deborah Colker se divide entre a companhia que leva seu nome e as viagens que um novo desafio exige: ela será a primeira mulher e primeira brasileira a dirigir um espetáculo do Cirque du Soleil. A estréia está prevista para abril de 2009, no Canadá. Mas o que a ocupa agora é Cruel, sua nova montagem, que teve apresentação nos últimos dias 10 e 11, em Santos.

Leia mais Leia mais



A era do robô cirurgião

Importados pelos hospitais paulistas Albert Einstein e Sírio Libanês, a novidade em robos que atende pelo nome de DaVinci substitui médicos na realização de cirurgias em pacientes e incluem o Brasil no mercado robótico. A primeira cirurgia, dentro da nova modalidade tecnológica ocorre vinte anos após a primeira cirurgia, que aconteceu na França.
Leia mais Leia mais



News Partners
nossos parceiros internacionais de notícias

On the wire...
Avatares virtuais afetam decisões do mundo real

Um estudo revela que pessoas podem ter suas decisões afetadas por experiências em um ambiente virtual. Segundo os pesquisadores, esse experimento pode ajudar a entender melhor o comportamento humano e ser usado no futuro como um meio de incentivar pessoas a se exercitar, parar de fumar e tomar outros tipos de decisões.
Leia mais Full story


Índice de reportagens por editoria desta edição

CAMPUS

Cineme-se entra este ano em sua 4ª edição
UNISANTA realiza atividades específicas para idosos
Estudantes podem trabalhar como pesquisadores
Vídeoaula é uma nova maneira de aprender praticando
CIÊNCIA/TECNOLOGIA

Biocombustível deve ser feito com cuidado
Adição de biodiesel ao diesel sobe para 3% em julho
A era do robô cirurgião
CULTURA

Cirque du Soleil terá direção de Deborah Colker
Café e debate cultural voltam a unir comunidade em Guarujá
ESPORTES

Com nova iluminação, Guarujá agora tem surfe noturno
GERALIS

Festa Inverno terá nova estrutura este ano
Sozinho, professor de Guarujá limpa manguezal
Mengálvio é `presente` na comemoração dos 96 anos do Santos
Entidade em SV prepara jovens para o primeiro emprego
Parte do IR pode ser destinada a entidades beneficentes
MÍDIA

Mídias se unem em prol de eleitores
Diversidade sexual é tema polêmico
Todos on-line contra a dengue
Adaptação de programa argentino mistura jornalismo e humor
Paulo Henrique Amorim ressurge em novo blog
Rolling Stones e YouTube firmam parceria
Flickr cria novos serviços para atrair usuários
PAÍS

Brasil não é um país sem terremotos
Violência doméstica diminui, mas ainda preocupa
Viajar está mais barato
Um oásis se esconde no sertão
PORTO

Dívida de R$ 1,6 bi da Portus pode causar greve
REGIONAL

Tude Bastos, em PG, passa por processo de expansão
Futuro da Escola Docas de Santos é incerto
Escola da Família volta com menos unidades
SAÚDE

Odontologia do Esporte não busca apenas tratamento estético
Médico ortopedista explica que sedentarismo gera torcicolo
Dor de cabeça pode ser caso de dentista
O auge das lesões de menisco
Planos de saúde ampliam cobertura e beneficiam usuários



UNISANTA Online RSS

 

 

 

DESTAQUES

POUCAS E BOAS 


DEU NA IMPRENSA 

Passagem de Tocha Olímpica é marcada por protestos

Exibir | Recolher


Passado um mês, dia 10, do início do percurso da Tocha Olímpica, algumas cidades usaram a tocha como símbolo de manifestação contra o governo chinês e pelos problemas em relação aos direitos humanos e ao Tibete. Até agora, foram registrados pontos de conflito em alguns lugares como: Londres, São Francisco, Paris, Olímpia e Índia. No entanto, nas quatro seguintes cidades, Buenos Aires, Dar-es-Salaam, Mascate e Omã, pelas quais a tocha passou, não houve protestos significativos.

Durante uma conferência de três dias em Chicago, os mais de 125 atletas dos Estados Unidos, que já se encontram classificados para as olimpíadas, defenderam um possível boicote à competição ou ao menos à cerimônia de abertura. Para eles, a melhor maneira de protestar contra a política da China no Tibete é ganhar o ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim.

Em protesto, também estão os monges do templo budista Zenkoji em Nagano, no centro do Japão, que seria o local de revezamento da tocha no dia 26 de abril. Segundo o Chefe do comitê organizador,Kunihiko Shinohara , "Respeitamos a decisão do Zenkoji e modificaremos o ponto de partida" do revezamento, de 18,5 quilômetros.

Em Pequim , dia 18, milhares de jovens chineses revoltados com a interrupção da passagem da tocha olímpica em Paris, fizeram uma manifestação em frente ao hipermercado Carrefour no leste da China. Os manifestantes, pedem o boicote ao Carrefour, pois segundo eles estes apoiam os grupos em defesa da independência do Tibete e são a favor do boicote das Olimpíadas de Pequim.

Estas manifestações começaram no dia 10 de março, com um protesto para lembrar os 49 anos de um levante tibetano contra o domínio chinês. Desde então, cada vez mais pessoas têm aderido aos protestos que vem ganhando força e está se tornando um dos mais violentos dos últimos 20 anos.

Devida a falta de consenso entre a China e o Tibete, são esperados mais conflitos não só na China como também por onde a Tocha Olímpica passar.

ONLINE RSS 

Pioneiro em seu segmento, o UNISANTA Online publica uma versão XML de suas reportagens semanais.
Leia mais


PODCAST DO ONLINE
 

Sempre realizando experiências com as mais recentes tecnologias disponíveis, o UNISANTA Online inicia a publicação de matérias especialmente desenvolvidas para podcast.
Leia mais

NO CAMPUS 

UNISANTA Notícias
Página contendo as últimas novidades da universidade em informes elaborados pela Assessoria de Comunicação da UNISANTA.

Visita virtual 360º
Faça agora mesmo uma visita virtual ao campus da UNISANTA e visualize seus ambientes em 360º.

Primeira Impressão
Jornal-laboratorial elaborado por alunos do quarto ano do curso de Jornalismo da Universidade Santa Cecília.

mais sites

 

UNISANTA Online - Jornal-laboratório da Faculdade de Artes e Comunicação da Universidade Santa Cecília (FaAC)
Correspondência: UNISANTA Online - Rua Oswaldo Cruz, 266 - Boqueirão - Santos - SP.
© 1994-2008 Universidade Santa Cecília - Todos os direitos reservados. Reprodução de textos permitida mediante autorização.
As matérias publicadas são de inteira responsabilidade dos alunos-repórteres, sob a coordenação dos respectivos
professores-orientadores - não representando, portanto, a opinião da Universidade.