Você está aqui: Primeira página » Porto
Edição nº 372 | Ano XVIII | Fechada em 12/05/12 às 13h15
Cadernos
 Campus
 Cultura
 Eleições 2012
 Esportes
 Geralis
 Porto
 Regional
 Saúde
 Primeira página

Contato
 Escreva para nós
 Sugira uma pauta
 Colabore conosco

Sobre o Online
 Expediente
 Arquivo
 História

 Parceria InfoSpace
 Parceria U-Wire
 RSS

Especiais
 Eleições 2004
 Eleições 2006
 Intercom 2007

 Eleições 2008
 Eleições 2010
 Copa do Mundo 2010

 

 

 
"Tripulantes do Futuro" forma jovens para mercado turístico
sábado, 12 de maio de 2012

Mayara Sampaio

Envie esta matéria para um amigo Imprima esta matéria

 Mayara Sampaio

Um passeio em alto-mar é desejo de quem quer desfrutar de prazeres como visitar novos lugares, conhecer pessoas de variadas culturas e relaxar. Tudo isso a bordo de navios luxuosos, cheios de mordomias. Mas, para alguns jovens, é a oportunidade de começar uma carreira profissional em um ramo em expansão.

Segundo dados da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (ABREMAR), para a temporada de 2011/2012, a estimativa era de que 17 navios percorressem a costa brasileira, levando 894,8 mil passageiros, o maior movimento das três últimas temporadas. Ainda conforme o estudo, o Porto de Santos foi o segundo no país no ranking de movimentação econômica gerada, com R$ 86,6 milhões.

E para suprir a demanda de profissionais neste mercado, foi criado o projeto social "Tripulantes do Futuro". O objetivo é capacitar pessoas de 18 a 35 anos que estejam cursando ou possuam Ensino Médio, e que querem ingressar no ramo turístico, especialmente o dos cruzeiros marítimos.

As condições para participar é morar na cidade de São Vicente, onde o projeto é desenvolvido em parceria entre a Secretaria de Assistência Social e o Fundo de Solidariedade do município. Além disso, o jovem precisa estar envolvido em projetos sociais como o JEPOM, CER, ou se beneficiar do Bolsa Família.

De acordo com a coordenadora administrativa dos Tripulantes, Adriana Carvalho, os alunos frequentam cursos que abrangem as principais habilidades necessárias para trabalhar no setor de Hotelaria. Depois de formados, eles podem atuar no segmento de cruzeiros, turismo em geral, restaurantes e também na área empresarial.

Aulas diversificadas - Entre as oficinas ministradas estão as de Garçom, Governança, Bartender, Recreação e Marketing Pessoal, incluindo acompanhamento psicológico durante os seis meses do curso. Pensando também na necessidade de conhecer um segundo idioma, aulas de inglês estão presentes na grade curricular.

Raphael Busato, professor do projeto desde o início, em 2008, diz que os estudantes recebem orientações teóricas e práticas. "Na minha disciplina, eles aprendem desde como escolher as bebidas, produzir os drinks, decorar as taças e também servir os clientes. Tudo conforme o que é pedido pelas grandes empresas."

Estrutura - A sede do Tripulantes do Futuro, localizada próxima à Ponte dos Barreiros, na Vila Margarida, foi planejada para ter o formato de um navio. O prédio possui ambientes que imitam quartos de hóspedes, lavanderia e até mesmo um deque.

Existem duas salas de entrevista utilizadas por recrutadores de empresas como a MSC Cruzeiros e Royal Caribbean para avaliar os jovens após o término do curso. É também oferecido apoio durante o processo de obtenção de todos os documentos necessários para embarcar.

Transformando vidas – Sem conhecer o projeto, Dorival de Lara Carvalho Junior, de 20 anos, foi incentivado pelo amigo a se inscrever no curso. Ele, que estava em dúvida sobre qual profissão escolher para ajudar no sustento da família, conheceu por meio do programa um leque de possibilidades para seguir a carreira profissional. "Meu sonho agora é embarcar em um cruzeiro e viajar para o exterior. Mas sei que saio daqui com bagagem para fazer muitas outras coisas na área."

Ele acredita que o projeto dos Tripulantes deveria ser implantado em outras cidades da Baixada Santista. "Conheço pessoas que gostaram da proposta, porém não podem participar por não serem do município. Essa ideia deveria ser levada adiante para ajudar outros jovens."

Formada na primeira turma do projeto, Graziela de Moraes atualmente trabalha no ramo durante a temporada. Além de ter conhecido o marido durante o curso, ela complementa o sustento dos filhos. "Os Tripulantes é a chance ideal para jovens que não podem pagar um curso específico desta área. Assim, eles podem embarcar e perseguir seus sonhos como eu fiz."


Leia também no caderno Porto

 Agências aproveitam baixa temporada para atrair clientes
 Projeto para renovar frota de caminhões não saiu do papel
 Caminhoneiros e moradores de rua dividem a Praça da Fome


 

 

 

 

Twitter Página do Online no Facebook RSS do Unisanta Online Comunidade do Unisanta Online no Orkut

Há 1 ano no Online


Baixe as últimas edições »

Semana de Arte Moderna: 90 anos

Um século de glórias

Última impressão

O caminho das artes

 



Divulgação Secom-PMS

Baixe as últimas edições »

Saber terceira língua já vira diferencial no mercado

Tesouro quase esquecido

Universidades distanciam pais e filhos

Excesso de telefone pode afetar a convivência social


E mais: Jornal dos Jogos »

Edições: 1 | 2


Há 1 ano no Online


Superstição: gatos pretos são discriminados na adoção

Leia mais »



Há 5 anos no Online


Jornalismo Impresso e Online têm projetos para o Intercom

Leia mais »



Há 10 anos no Online


Quase metade dos jovens está desempregada

Leia mais »

 
 

 

UNISANTA Online - Jornal-laboratório desenvolvido por alunos do segundo ano do curso de Jornalismo da Faculdade de Artes e Comunicação (FaAC) da Universidade Santa Cecília. Correspondência: Rua Oswaldo Cruz, 277 - 11045-907 - Boqueirão - Santos/SP. © 1994-2012 Universidade Santa Cecília - Todos os direitos reservados. Reprodução de textos permitida mediante autorização. As matérias publicadas são de inteira responsabilidade dos alunos-repórteres, sob a coordenação dos respectivos professores-orientadores - não representando, portanto, a opinião da instituição.